A Tal da Música…

30/04/2009

…é um trem difícil viu. Poisé, hoje foi mais um daqueles dias: você acorda com a cara amarela, olha que horas são e, sem nenhuma sensação em especial, vai pro banheiro fazer o que deve ser feito. A partir dai, se você for como eu, você subiu as escadas, depois desceu outro lance de escadas e depois mais um – ai finalmente você chega ao piano.

Eu faço isso quase todo dia, Pratico incessantemente. Pena que, e isso pesa na minha consciência, não é todo dia que faço os exercícios de música que eu deveria estar fazendo. Normalmente pratico eles 3 dias da semana só. Que vergonha, era pra praticar todo dia! O resultado: passo muito tempo inventando moda no piano, esperando a inspiração vir de novo ou tocando as mesmas coisas que já toquei milhares de vezes. Consequência: de tempos em tempos chego na aula de música e constato que estou uma merda. Dificuldade em exercícios banais, e demora pra pegar compassos simples. Acabo tomando “chingo” (é mais uma chamada de atenção) do professor, dizendo pra eu focar e estudar direito! “Música não é só sair tocando que nem um louco não”. Poisé, o Luís tem tazão. Eu tenho que deixar dessa vida de vagabundo, sem horários nem preucupações e tomar tenência!

Exemplos de marcações de ritmo.

Exemplos de marcações de ritmo.

A aula de hoje foi Let It Be, pra quem não conhece, uma música dos Beatles, muito famosa. Eu achava que sabia tocar Let It Be no piano. Tudo bem que nunca tinha realmente parado pra pegar ela direito e tal, nunca tinha nem parado pra tirar de ouvido. Nada. Só de cabeça. Cheguei na aula hoje e vi que ela é diferente do que eu imaginava, e com ritmos banais. Ritmos esses que eu não consegui pegar.

De qualquer modo, chegamos a seguinte conclusão: música é coisa pra quem tem vontade. Não adianta fraquejar no meio do caminho, como eu fiz, perdendo tempo com coisas idiotas. É coisa pra quem quer e quer muito. Se você for mecher com música, saiba: vai requerer tempo, esforço e dedicação tanto física quanto psicológica.

Eu quero. Por isso to indo pro piano agora, praticar ritmos e trocas de acordes invertidos (sim, quem entende sabe que é simples). Então…

|   1   2   3   4   |   1   2   3   4   | …

|  1-2 3  4  5-6 | 1-2  3-4  5-6  7-8| …

E pra quem ainda estiver aqui: